Série Azure – Azure Resource Manager

O que é o Azure Resource Manager (ARM)?

O Azure Resource Manager permite que você implante, atualize ou exclua recursos para sua solução de nuvem em uma única operação coordenada. Os recursos podem incluir máquinas virtuais, contas de armazenamento, redes virtuais, serviços ou qualquer componente que você está gerenciando no Azure.

Por que usar ARM?

  • Você pode implantar, gerenciar e monitorar todos os recursos para sua solução como um grupo, conhecido como um grupo de recursos, em vez de manipular esses recursos individualmente.
  • Você pode implantar repetidamente sua solução ao longo do ciclo de vida do desenvolvimento e confiar em que seus recursos são implantados em um estado consistente.
  • Você pode usar modelos para definir sua implantação.
  • Você pode definir as dependências entre os recursos para que eles sejam implantados na ordem correta.
  • Você pode aplicar o controle de acesso a todos os serviços em seu grupo de recursos porque o Controle de Acesso Baseado em Função (RBAC) é integrado nativamente na plataforma de gerenciamento.
  • Você pode aplicar tags aos recursos para organizar logicamente todos os recursos em sua assinatura.
  • Você pode esclarecer o faturamento da sua organização ao visualizar os custos acumulados para todo o grupo ou para um grupo de recursos que compartilham a mesma etiqueta.

O modelo de implantação do Resource Manager contém diferenças importantes do modelo de implantação clássico e os dois modelos não são completamente compatíveis entre si. Para simplificar a implantação e gerenciamento de recursos, a Microsoft recomenda que use o Resource Manager para novos recursos.

 

O que são os grupos de recursos?

Um grupo de recursos é um contêiner que contém recursos relacionados para um aplicativo.O grupo de recursos pode incluir todos os recursos para um aplicativo, ou apenas os recursos agrupados logicamente. Você pode decidir como deseja alocar recursos para grupos de recursos com base no que faz mais sentido para sua organização.

Diagram showing simple concept of a pari of resource groups as a container for resources. Various icons represent different resources such as VMs, Storage Account, databases, and virtual networks.

 

Existem alguns fatores importantes a serem considerados ao definir seu grupo de recursos:

  • Todos os recursos do seu grupo devem compartilhar o mesmo ciclo de vida. Você irá implantar, atualizar e excluí-los juntos. Se um recurso, como um servidor de banco de dados, precisa existir em um ciclo de implantação diferente, ele deve estar em outro grupo de recursos.
  • Cada recurso só pode existir em um grupo de recursos.
  • Você pode adicionar ou remover um recurso a um grupo de recursos a qualquer momento.
  • Você pode mover um recurso de um grupo de recursos para outro grupo.
  • Um grupo de recursos pode conter recursos que residem em regiões diferentes.
  • Um grupo de recursos pode ser usado para controlar o controle de acesso para ações administrativas.
  • Um recurso pode ser vinculado a um recurso em outro grupo de recursos quando os dois recursos devem interagir uns com os outros, mas eles não compartilham o mesmo ciclo de vida (por exemplo, vários aplicativos conectados a um banco de dados).

Por que usar modelos no Azure Resource Manager (ARM)?

Os modelos ARM fornecem uma série de benefícios:

  • Permitir que você use modelos declarativos reutilizáveis ​​para definir e criar recursos;
  • Fornecer controle de acesso baseado em função (além do administrador da assinatura e co-administrador da assinatura);
  • Pode criar recursos em paralelo (simultaneamente);
  • Pode definir dependências entre recursos;
  • Crie políticas personalizadas para controlar ações ou operações que podem ser executadas em recursos.

Além disso, o uso de modelos ARM ajuda a reduzir o erro humano ao implantar ambientes complexos e permite que você implemente ambientes idênticos para testar ambientes em homologação.

Você pode obter alguns templates ARM aqui!

 

Por hoje era isso pessoal, até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: