O que é Microsoft Exchange?

Olá pessoal,

 

Antes de responder a pergunta do título, vou explicar um pouco do foco das minhas postagens. Eu, Leonardo, focarei em Microsoft Exchange e nos serviços que ele depende. Os posts serão com os seguintes tópicos: Overview do produto, troubleshooting e dicas.

 

Dada a devida explicação, vamos a resposta da pergunta 🙂

 

Microsoft Exchange ou só Exchange, para os mais íntimos, é basicamente um software para envio/recebimento de e-mails, mas ele é capaz de muito mais, como veremos adiante nos posts que forem surgindo.

 

O Exchange é um serviço bastante robusto e na sua versão mais atual (2016) podemos considerar que ele é bem maduro. Sua primeira versão, foi a 4.0, lançada em 1996, mas a que marcou a história do Exchange foi a 5.5 (lançada em 1998), esta versão teve muitos avanços e foi um marco na época. A partir desta versão o Exchange ganhou popularidade e uma grande adoção por parte da TI ou CPD, na época.

 

Como podemos ver, temos basicamente 20 anos de história do Exchange e muitas mudanças ao longo destes anos, para explicar um pouco o que compõe o Exchange, vou focar na versão 2013/2016.

 

O Exchange é divido em algumas roles, basicamente são 2, cada role tem a sua função especifica e abaixo vou descrever cada uma delas e para servem.

 

Client Access Server

O CAS é responsável pela conexão/autenticação dos clientes no ambiente de Exchange, é nele que o Outlook, OWA ou qualquer outro cliente conecta diretamente. Na realidade, nenhum cliente conecta diretamente na base do Exchange.

 

As conexões suportadas pelo CAS são:

  • Outlook
  • Outlook para MAC
  • OWA – Outlook Web App ou Outlook Web Access
  • ActiveSync (Conexão via smartphone)
  • Outlook para iOS/Android
  • OWA para iOS/Android
  • Aplicativo de E-mail do Windows

 

Cada conexão destas utiliza um meio para acessar o CAS, mais além explicarei cada um deles.

 

Vamos agora para a segunda role do Exchange:

 

Mailbox Server

Esta role basicamente é responsável por gerenciar/armazenar as databases do seu ambiente e ser a responsável pela DAG (Database Availabilty Group). Nos próximos posts entrarei em mais detalhes sobre esta role.

 

Como tudo isto se junta e forma o Microsoft Exchange?

 

Falando de conexões de clientes, esta figura resume como funciona o processo:

 

 

Como podemos ver, o Outlook ou qualquer outro cliente, conecta diretamente no CAS que por sua vez efetua um proxy para o servidor Mailbox de destino, o Mailbox Server processa a informação, devolve para o CAS que por sua vez devolve para o cliente.

Então como informei anteriormente, o cliente nunca tem acesso direto a role de Mailbox, somente ao CAS. Esta arquitetura foi criada visando uma maior segurança, visto que a conexão vinda da internet, nunca terá acesso a informação vital (Mailbox Server)

 

Por hora, vamos ficando por aqui, esta é uma pequena introdução sobre o que é o Microsoft Exchange, nos próximos posts vamos no aprofundar mais.

Qualquer dúvida, deixe um comentário.

Até mais pessoal!

 

Links úteis:

https://technet.microsoft.com/en-us/library/hh135098(v=exchg.150).aspx

https://technet.microsoft.com/en-us/library/jj150491(=exchg.150).aspx

https://technet.microsoft.com/en-us/library/dd298114(v=exchg.150).aspx

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *